quarta-feira, 11 de maio de 2011

Aos trancos e barrancos!!


Vocês viram aí que já estamos juntos há quase 10 anos, né? Pois bem... chegar a isso não foi uma missão nada fácil! Na verdade difícil mesmo foi sobreviver ao primeiro ano.
Olha, era um arranca-rabo sem fim! A gente brigava por tudo e por nada. E o problema maior é que era sempre por motivos ridículos (e isso deve ser o mal de VÁRIOS casais). Para vocês entenderem eu vou dar um exemplo básico que eu amo usar! Zoco mesmo vive me sacaneando que eu só uso esse mesmo exemplo para falar de nossas brigas.
Enfim... é o famoso caso do arroz:

Zoco resolve fazer arroz e me pede para descascar alho. Aí, sugiro usarmos cebola, já que eu prefiro arroz assim... Zoco, que é um gentleman, diz que ele que tá fazendo o arroz e que prefere alho. A lady aqui responde que, se ela que vai descascar o tempero, vai ser cebola. PRONTO!! Tá armado todo o barraco! Vocês não fazem ideia de como essa briga rendia! Eram gritos e xingamentos de todos os tipos. Respeito?! Ih... isso existe? A gente já não conhecia mais essa palavra...

É isso que dá juntar 2 pessoas extremamente iguais nos seus DEFEITOS: somos 2 antas de tão grossas!

E ficamos nessa uns bons meses... a gente já devia estar quase chegando no nível de partir para a pancadaria! Acreditem, não é exagero! Era uma guerra! Dedo na cara, palavrões, expulsões de casa, etc. Agora, o melhor de tudo foi a forma de resolvermos nosso "probleminha"... E devo admitir (ele se vangloria TANTO!) que todo mérito é do Zocão... Pois é... acreditem ou não, ele descobriu que quando eu era grossa, era só retrucar com alguma brincadeirinha do tipo "que bonitinha ela fica assim brava"... gente, funcionava! Esse era o toque para que eu respirasse e interrompesse essa competição de quem grita mais!

Loucura ou não, isso deu e dá certo até hoje! Claro que a gente ainda briga... mas, pelo menos, desistimos de querer tentar matar o outro! Ou adiamos isso, né? Sei lá...

Um comentário:

Isadhora disse...

Mas nao tem coisa mais fofa do que ouvir isso!!!
Nao sei qual é o poder dessa frase, mas... ela toca lá no fundo... rs

http://isadhoracamacho.blogspot.com/